MISSÃO
VISÃO DE FUTURO
VALORES

Atuar com excelência na Assistência à Saúde, prestando um atendimento seguro, humanizado e tecnicamente qualificado.

 

Tornar-se uma entidade de excelência em Saúde e referência no CMN. Ser respeitado na Comunidade Científica Militar e Civil, mantendo-se em condições de apoiar e suprir as necessidades da força quando em situações diversas, se fizer necessário.

 
Ética Profissional;

Humanização no atendimento;

Segurança;

Transparência;

Valorização de Competências;

Eficácia Operacional;




A PALAVRA DO DIRETOR
 

Sejam Bem-Vindos!
Caros Usuários

"Não adianta dizer: Estamos fazendo o melhor que podemos. Temos que conseguir o que quer que seja necessário."
Esta lapidar frase do grande estadista inglês Winston Churchill encerra toda a complexidade da missão do HGeBe, centenária instituição de saúde do Exército Brasileiro presente em toda e qualquer circunstância ao lado do militar e de sua família. As vetustas paredes desta Organização Militar de Saúde tem testemunhado ao longo desses 124 anos momentos de exultação pelo triunfo da vida nos partos e de tristeza ao apagar das chamas da existência nos leitos da UTI. Mas afinal, é essa a sina do profissional de saúde enveredar pelo caminhos sinuosos das emoções humanas, e o nosso HGeBe, tem sido o cenário apropriado para o desenrolar de tão belos e dramáticos acontecimentos.
Como foi destacado na alocução alusiva ao seu natalício, um Hospital Militar se sustenta em dois poderosos pilares, o operacional e o assistencial, e ao gestor e sua equipe cumpre manter uma relação harmoniosa entre essas duas vertentes. Nesse aspecto o HGeBe tem um sentimento nobre de dever cumprido, pois somente no ano de 2013 cumpriu mais de 270 missões de apoio de saúde, marcando sua presença nas guarnições de Tiriós, Itaituba, Altamira e Santarém, no Estado do Pará; Macapá no Amapá e São Luís e Imperatriz no Maranhão. Além de ter participado das Operações Agatá, Awá-Guajá.... O HGeBe tem sido uma mão amiga nas Ações Cívico Social, com destaque na Semana do Exército; no “Exército na Praça” e no “Hospital na Praça”.
No plano assistencial com a criação do Comando Militar do Norte o HGeBe passou a zelar pela vida de quase trinta mil brasileiros, das mais diversas faixas etárias. Para vencer mais e mais desafios o Hospital busca inovações e melhorias, tais como, os Projetos em curso nesta OMS, com ênfase na Segurança do paciente. Contando com equipamentos de ponta como a máquina unitalizadora, que assegura o cumprimento das boas práticas farmacêuticas; Assim como a máquina Identificadora que permite a estratificação dos pacientes por grupos de risco e a aquisição de instrumental para cirurgias laparoscópicas que reduz os custos e abrevia o tempo de hospitalização.
Quanto a infraestrutura o HGeBe com o apoio da 8ªRM e do Comando Militar do Norte , está realizando o maior e mais completo projeto de saneamento intra e extra-hospitalar da história deste Hospital. Encontra-se também em andamento a reforma da lavanderia e a implantação de uma nova enfermaria com oito apartamentos. Há também novos projetos de modernização e adequação de áreas vitais para o bom andamento do serviço, aguardando a liberação de recursos, que certamente virão.
Mas nada disso seria viável, sem a dedicação, a sensibilidade, o tirocínio, o denodo e a efetividade de nossos recursos humanos, que travam diuturnamente árduos combates contra os agravos à saúde, no pronto atendimento, nas enfermarias, no bloco cirúrgico, na radiologia, no laboratório e na clínica odontológica desta veneranda OMS.
O produto do trabalho dos militares e civis do Hospital Geral de Belém é a Saúde, o bem-estar perfeito que apresenta a singularidade de preservar o que há de mais precioso sobre a face da Terra – a vida humana, por isso para nós que fazemos o dia a dia do HGeBe: "Não adianta dizer: Estamos fazendo o melhor que podemos. Temos que conseguir o que quer que seja necessário pela saúde de nossos semelhantes."
Parabéns pelos seus 124 anos Hospital Geral de Belém.

Selva!


                     Mário de Souza Rosas Filho - Cel Med
                    Diretor do Hospital Geral de Belém

 

 


CONHEÇA O HOSPITAL
 
LABORATÓRIO
AMBULATÓRIO
   
ODONTOCLÍNICA
ENFERMAGEM
   
SUBDIVISÃO DE CONTAS MÉDICAS
CCIH
   
FUSEX
DIVISÃO DE MEDICINA
   
RELAÇÕES PÚBLICAS
PROGRAMAS
   
LINKS ÚTEIS
LISTA TELEFÔNICA
   
NOTÍCIAS DA DIRETORIA DE SAÚDE (DSAU)
DICAS DE SAÚDE
 
As dores orofaciais têm origens diversas, tais como problemas dentários ou numa estrutura chamada ATM (articulação têmporo-mandibular) que, simplificando, é a região onde a mandíbula encaixa-se no osso temporal - daí a denominação ATM. A mandíbula é o único osso móvel da cabeça, se não considerarmos os mínimos ossos do ouvido. Quando existem alterações patológicas na ATM estamos diante de uma desordem denominada DTM (disfunção têmporo-mandibular), onde há possibilidade de envolvimento de músculos, nervos, ligamentos e até mesmo da parte óssea.
Leia Mais...
Prevenção do Câncer de Colo Uterino
Dentre todos os tipos de câncer existentes, o de Colo do Útero é o que apresenta um dos mais altos potenciais de prevenção e cura, chegando perto de 100%, quando diagnosticado precocemente. A principal forma de prevenção é a realização do exame preventivo (Papanicolau).
Leia Mais...
Fratura em Idosos, Como Prevenir?
Os idosos em função da idade e de fatores externos como ambiente domiciliar, luminosidade,doenças cardiovasculares ( hipotensão postural, arritmia cardíaca), neurológicas (Mal de Parkinson e AVC), metabólicas(osteoporose) , etc..., são os que mais facilmente sofrem quedas com trauma de baixa energia, ocasionado fraturas em MMSS...

Leia Mais...
Laboratório: Perguntas Frequentes
• Beber água "quebra" o jejum?
• A alimentação interfere nos resultados de colesterol e triglicérides?
• Bebida alcoólica pode alterar resultados de exames?
• Com febre ou gripe posso fazer meus exames?
• Fumar antes de colher exames causa alterações?
• Por que devemos desprezar o primeiro jato de urina quando vamos fazer o exame urina rotina?
• Pode-se tomar café puro durante o jejum?
• Meu intestino não funciona diariamente, posso usar laxantes para colher a amostra?
• Para colher fezes para exame, eu preciso tomar algum cuidado especial?
• O paciente deve suspender os medicamentos antes da coleta de sangue?
• A alimentação interfere nos resultados de exames?
Leia Mais...
SITE APROVADO PELO BOLETIM INTERNO DO CMA N° 145, DE 06 AGO 09 - PÁG 1193